Figuras da ficção

***

Sara Augusto. As figuras da ficção romanesca do maneirismo e do barroco: problemas e exemplos. Limite.  nº 7, 2013, pp. 83-98 [ISSN: 1888-4067].

Resumo
As considerações tecidas neste trabalho pretendem mostrar como entre diferentes períodos literários a figuração das personagens apresenta idiossincrasias que devem ser consideradas. Mostra-se como fatores contextuais determinaram a dimensão das personagens e o seu protagonismo, subordinado a uma extrema codificação e ao princípio da utilidade. A seleção das personagens teve em conta a forma como corresponderam a alguma forma de desvio, definindo aquelas que podem ser as «personagens da ficção» deste longo período.

Palavras-chave: ficção narrativa, personagens, figuração, Maneirismo, Barroco.

As considerações tecidas neste trabalho pretenderam mostrar como entre períodos literários distintos, entre códigos discursivos, entre validações e justificações da produção narrativa, a figuração das personagens, na ficção narrativa do Maneirismo e do Barroco, apresenta, assim, idiossincrasias que devem ser tidas em conta e estudadas com atenção. Trata-se de fatores contextuais que determinaram a dimensão das personagens e o seu protagonismo, estabelecendo prioridades distintas daquelas que haveriam de marcar a ficção oitocentista. A submissão ao princípio da «utilidade», tornando as personagens funcionais em relação à necessidade didática e moral, tal como a obediência a códigos bem determinados, provocou, por outro lado, a multiplicação de um conjunto de personagens com uma notável similitude de contornos.

As personagens que foram individualizadas na segunda parte do trabalho constituem uma minoria, que uma releitura cada vez mais atenta sob o prisma da problemática da figuração das personagens literárias pode incrementar. Por agora, esta particularização teve sobretudo em conta a forma como o protagonismo das personagens do elenco correspondia a alguma forma de desvio, tanto do código unificador, como do princípio da articulação entre «bondade» e «virtude», definindo aquelas que podem ser as «personagens da ficção» deste longo período situado entre 1600 e 1750.

VER: https://sites.google.com/site/saraaugusto/Home/ultimos-trabalhos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s