Jessabel

Chama-se Jessabel. Pequena, morena, cabelo longo e liso, olhos meio rasgados, sorriso fácil e ternura nos gestos. Jessabel, é o meu nome, mas é complicado de dizer. Podes chamar-me Bella. Chamo-lhe Bella, sim, como me pediu.  Jessabel, um nome que ressoa miticamente dentro de mim, nome de rainha, nome de poder e rebeldia, não diz toda…

Nos teus olhos (capriccio)

Os teus olhos são os meus olhos, como casas caiadas de fresco, lavadas da poalha dourada sobre o rio. O teu coração aquece-me a lembrança de tanto verde e azul e as rochas batidas do sol e das giestas são o teu corpo em que me deito e sacio de todas as horas em que não existes. Amar-te-ia…

É a tua cidade

Sabes que cidade é esta onde caminhas pela rua a sorrir e paras a cada momento para um abraço? Sabes que cidade é esta onde o teu coração está em casa? Sabes que cidade é esta em que te envolves e sabes que não podia ser de outra maneira? Sabes que cidade é esta que…

A Oriente

Vai, mas não deixes de me escrever. Não deixes de escrever. Não deixes de fotografar. Sente tudo. Ana de Santa Cruz In mood for love Dia 15 de outubro. Entrei no barco em Hong Kong. Apenas mais uma hora para chegar a Macau. Chovia miudinho e por entre as nuvens rompia uma luz difusa e…

Night song

What did I do to make you feel so bad? What did I do that you would make me feel so bad? Julia Holter, Night song   Há razões na melancolia que as horas desconhecem e deixam que ela penetre cada minuto desocupado. E a melancolia vê a tua vida de forma distante, como se…

Fábula da lua

Havia uma lua enamorada do lago, do reflexo das árvores e dos juncos esguios. O nome da lua podia ser Narciso. Nas águas paradas contemplava a luz pálida, os traços de vales e crateras. Era um narciso conformado, demasiado longe para cair no lago. Talvez não haja história para contar. Havia apenas uma lua enamorada…

She’s got the look

Why must a photograph be a mirror? William Kleine. Só se for uma mîse-en-abyme… abrindo portas sobre portas para a imaginação, como um corredor que se prolonga indefinidamente, multiplicando pormenores. Ela olhou, na altura certa. E toda a leitura da fotografia se deslocou, estabelecendo um percurso distinto. A fotografia não é um espelho… são arestas…

White big thing

Na verdade, eu não sei que seja aquela coisa branca enorme que agora está no meu céu de sempre. Mas é imensa e bonita. Queria ser o primeiro pássaro a voar sobre ela, a primeira gaivota a pisar a areia daquela praia. “Pensamentos da gaivota que olhava a lua com o mesmo espanto da primeira…

I’ve a story, my story

I was made for you. Brandi Carlile, The story. Tens tempo? Tenho uma longa história para te contar, uma narrativa onde os enredos se cruzam, acertam e perdem o norte logo a seguir. All of these lines across my face, mais marcadas a cada dia que passa, tell you the story of who I am,…

Lux mundi

Vivemos com receios que não sabemos quem plantou dentro de nós, ou que circunstâncias os condicionaram. Conseguimos estender tanto a rotina das nossas ações e pensamentos que ela chega a atingir a imagem que temos de nós. Não conseguimos mudar um passo que seja dos nossos dias, um ponteiro que seja das nossas horas. Até…

O meu lugar

To me, photography is an art of observation. It’s about finding something interesting in an ordinary place… I’ve found it has little to do with the things you see and everything to do with the way you see them. Elliott Erwitt Há lugares que me pertencem. Que estão dentro de mim. Nasci e cresci à medida…

Into the light

Luz opaca onde as asas se ferem e o voo fica suspenso. Ana de Santa Cruz, Fábulas Octávio Paz, em 1973, no texto La mirada anterior, Prólogo a Las enseñanzas de Don Juan, de Carlos Castaneda, a propósito de uma curiosa citação de Michaux sobre o receio da “demasiada” publicação das suas obras, afirma: “Es…